Tablets na Educação

Devo admitir que a minha vontade de adquirir um Tablet, surgiu no momento imediatamente a seguir a ter tido a oportunidade de “tocar” num.

Os Tablets são uma ferramenta extremamente apelativa, tem a vantagem de funcionar por toque, não exigem o domínio do rato, o que se torna bastante simples e intuitivo para todas as pessoas de todas as idades.

Através de uma loja virtual, os pais e educadores podem descarregar aplicações (apps), que não são mais do que jogos educativos.

Algumas apps nas suas definições permitem a adaptação de conteúdos e de uma forma muito simples, personalizar cartões, substituir/gravar com a nossa voz as instruções e reforços apresentados.

Outras vezes, quando apenas estão disponíveis noutra língua, podemos simplesmente colocar o som off e usufruir na mesma do jogo, dando feedback necessário para que a criança compreenda o objetivo do mesmo.

As vantagens da utilização de tecnologias móveis, como meio privilegiado no ensino têm vindo a ser largamente exploradas nos dias de hoje.

No entanto os Tablets, como o computador devem, na nossa opinião, serem vistos apenas como mais uma estratégia de trabalho.

São ótimos catalisadores da aprendizagem, por permitirem transformar tarefas normalmente aborrecidas em momentos de aprendizagem interativos, divertidos e estimulantes, aumentar a motivação e consequente concentração no decorrer da realização das atividades.

Apesar das claras vantagens já enumeradas, pensamos que é importante reter, que um Tablet não vai ensinar sozinho uma criança, os educadores (pais, professores, terapeutas) são uma parte fundamental de todo o processo, pois são eles que vão mediar, selecionar, gerir o tempo, guiar a criança no processo da resolução de problemas… No fundo verdadeiramente, ensinar!

Blog1

Partilhar isto:Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+